notícias

NATURALIS BRASIL É DESTAQUE NA IMPRESSA DE NOVA ODESSA POR PARCERIA COM PREFEITURA DE RIO CLARO

Barilon quer “papa-lâmpadas” em Nova Odessa

Esta semana o vereador Vagner Barilon (PSDB) conheceu o funcionamento da máquina “papa-lâmpadas” na cidade de Rio Claro e defende que a Prefeitura de Nova Odessa realize parcerias para que o sistema de reciclagem das lâmpadas fluorescentes seja adotado também no Município. O parlamentar acompanhou a Campanha “Lixo no Lugar Certo”, realizada no Jardim Público, e depois visitou um dos quatro EcoPontos de Rio Claro. Barilon cobra a Administração Municipal para melhorar a separação e destinação dos materiais inservíveis da cidade.

Este ano o vereador encaminhou requerimento solicitando informações da Coordenadoria do Meio Ambiente sobre eventuais iniciativas para a coleta de lâmpadas fluorescentes e de LED. Barilon menciona que existe a Lei Municipal 2.312, de 2008, que responsabiliza as empresas que fabricam, importam, distribuem ou comercializam produtos nocivos ao meio ambiente pela coleta e destinação adequada dos itens.

“Hoje as lâmpadas fluorescentes estão baratas e economizam energia elétrica. Mas na hora de descartar tem um grande potencial de contaminação do meio ambiente”, explicou o líder da bancada do PSDB.Barilon conta que foi procurado por munícipes quanto à destinação das lâmpadas queimadas. “Não há programas de reciclagem de lâmpadas em Nova Odessa”, lamenta. O vereador então fez contato com empresas do ramo e soube do evento realizado nesta quarta-feira (18/4) em Rio Claro.

Como parte da campanha “Lixo no Lugar Certo” foram feitas demonstrações com a máquina “papa-lâmpadas”, que tritura as lâmpadas e separa os materiais para depois reaproveitá-los. O equipamento desenvolvido pela empresa Naturalis Brasil processa todo tipo de lâmpada, separando os resíduos em pó de fósforo (que retorna aos fabricantes de lâmpadas, podendo ser reutilizado até três vezes), mercúrio (destinado a laboratórios de faculdades e outros fins) ou o vidro, que é aproveitado pelas indústrias de revestimentos cerâmicos.

“Queremos que tenha na nossa cidade um programa semelhante a este de Rio Claro. Viemos mostrar ao Executivo que há uma solução viável para dar o destino ambiental às lâmpadas”, reforça Barilon. O vereador ainda visitou um dos quatro EcoPontos de Rio Claro, situado no Jardim Cervezão, onde há guarita estruturada com funcionários cuidando do local entre 7h30 e 17 horas, de segunda a sábado.

O coordenador de núcleo e responsável pelos EcoPontos, William de Oliveira, explicou que em Rio Claro é adotado modelo semelhante ao de Campinas, com o recolhimento médio mensal de 480 caçambas. O transporte dos materiais já separados é feito em caçambas levadas para o aterro sanitário e o aterro de inertes. “Nos EcoPontos de Rio Claro é feita a destinação correta. Queremos que em Nova Odessa também seja assim”, completa Barilon.




NOTICIA PUBLICADA EM 20/04/12 NO SITE DA CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA ODESSA